10 Coisas que você precisa saber antes de fazer a Dieta Dukan

por
Muito se term ouvido à respeito da Dieta Dukan. Na verdade, ela ficou famosa por ter deixado em forma, aliás, ainda mais em forma, a princesa Kate.  Na verdade, a dieta promete a perda de peso e a sua manutenção por toda a vida. O programa é composto de três fases: Ataque, Cruzeiro, Consolidação e Estabilização, sendo que na fase do Ataque, apenas podem ser ingeridas proteínas. Os legumes são adicionados à dieta à partir da fase do Cruzeiro e as frutas são inseridas apenas na fase da Consolidação. Essa é uma dieta que tem arrebanhado seguidores em toda a Europa e agora a expectativa é que aconteça o mesmo aqui no Brasil. Ela foi criada por Pierre Dukan, médico e nutrólogo que apresenta um método que segundo ele, tem que ser seguido à risca para que os objetivos sejam alcançados. Mas o grande lance antes de tudo, é ter o maior número de informações à respeito da dieta antes de embarcar nela. Você não pode simplesmente ver fotos de “antes e depois” na internet e se animar a entrar nessa, sem saber o mínimo necessário para não ter surpresas desagradáveis pelo meio do caminho. Pensando nisso, elaborei esse post com algumas dicas que acredito que vão valer a pena. Mas antes de mais nada, deixem que eu conte que li os livros da dieta, e estou fazendo uma “versão da Dukan”, pois segui-la à risca para mim é impraticável. Até fiquei alguns dias, mas resolvi mudar. Estou usando vários princípios da dieta, dicas obtidas nas receitas, criando as minhas próprias e adicionando-as ao cardápio que tenho montado nos últimos tempos para mim. E até por conta dessa minha experiência, que quero compartilhar algumas coisas bem importantes com vocês.

PIERRE DUKAN – O CRIADOR DO MÉTODO
1 – VOCÊ TEM QUE LER O LIVRO

Antes de sair por aí falando bem
(ou mal) da dieta, tenho uma dica fundamental: LEIA O LIVRO! Sim, para
princípio de conversa, VOCÊ TEM QUE LER O LIVRO! E o livro a que me refiro é o
primeiro, que tem como título “Eu não
consigo emagrecer”
. Depois desse, vieram mais três, que são: “O Método
Dukan ilustrado”
, “Receitas Dukan, minha dieta em 300 receitas” e “Confeitaria
Dukan”
. Quem puder ter todos, faz muito bem, quem não puder ou não quiser, pode
se ater à leitura do primeiro. Nele os princípios da dieta são todos explicados
e todos os itens que são permitidos e tolerados são citados, fase por fase.
Vejo na internet um monte de gente que por preguiça de comprar e ler o livro,
faz um monte de besteiras, mistura alimentos de fases distintas e ainda por
cima, tenta dar uma “ajudinha” na dieta retirando do consumo, itens que são
totalmente liberados ou ainda ingerindo alguns “remedinhos milagrosos” para
potencializar o efeito da perda de peso.
2 – ESSA É UMA DIETA CARA
O grande problema é que a Dieta Dukan prioriza o consumo de proteínas e laticínios magros logo na sua fase inicial. Quem é dona de casa, ou simplesmente, quem faz visitas periódicas ao supermercado, sabe que os carboidratos são baratos e sempre são comprados em quantidade pela maioria das famílias brasileiras. As proteínas e os laticínios magros, no entanto, são produtos extremamente caros. O consumo de carne, peixe e franco é liberado (carnes magras!), assim como o consumo de frutos do mar. Soma-se à isso, os laticínios magros iogurtes, leite, queijo, requeijão (que devem ser 0% de gordura), presento magro e peito de peru. Vale ressaltar que os light (até 4,5% de gordura), são até tolerados, mas em porções que não podem ultrapassar 30 gramas. E o que são 30 gramas, para um cardápio que depende desses ingredientes para o preparo dos pratos? Adicione à isso o farelo de aveia, farelo de trigo e proteína isolada de soja (dentre outros) e os ovos. Por isso, se você tem planos de começar essa dieta, veja isso como um investimento, pois será necessário que você não tenha pena de gastar. Abra mão de alguns prazeres e saídas nos finais de semana. Dê uma segurada nas compras de roupas, sapatos e outros itens, e foque na compra dos alimentos da dieta.
3 – VOCÊ VAI TER QUE FAZER SUA COMIDA
Um dos grandes problemas de quem trabalha fora, é adaptar essa dieta ao seu dia à dia. Lendo o livro, vocês vão entender que não é só comer carnes e outras proteínas para estar tudo certo. Tudo tem um modo e uma maneira de ser feito. Existem alimentos que não são tolerados de forma alguma, nem no preparo. Por exemplo, nada pode levar tomate na fase do ataque. Mas existe um catchup (heinz) que é o único liberado e ele faz as vezes de dar cor aos pratos. Fora isso, nada leva óleo ou qualquer outro tipo de gordura. Não se pode usar azeite, manteiga e similares, enfim, cada prato deve seguir o rigor do que é mencionado no livro. Nessa árdua luta de preparar sua comida, você vai contar com o apoio da Página do Facebook Dieta Receitas e do site http://www.dietaereceitas.com.br onde poderão ser encontradas receitas de todas as fases da dieta. Fora isso, você pode criar suas próprias receitas como eu estou fazendo, (me sigam no Instagram que posto sempre as fotos por lá). Tem também a loja de produtos Dukan, onde você poderá comprar produtos semi prontos da dieta, mas os preços são um tantinho mais salgados: http://www.lojadietadukan.com.br.
4 – ACOSTUME-SE A LEVAR MARMITA
Como foi citado acima, você vai ter que fazer a sua comida da dieta Dukan, ou encontrar alguém que a faça para você. Pense sempre no seguinte: você não vai encontrar essa comida na rua para comprar, mesmo que queira, sendo assim, você vai ter que se acostumar a levar marmita. Se você trabalha fora, poderá tomar café da manhã em casa, mas é necessário que leve a colação, o almoço e o lanche da tarde para o trabalho. Na volta para a casa, o jantar e a ceia são garantidos. As refeições não devem ser puladas, sendo assim, mesmo aqueles que não trabalham fora, devem se lembrar de levar seus alimentos para as saídas mais demoradas na rua. Uma boa opção são os panines, os biscoitinhos de aveia, os bolos e pães diversos que podem ser acondicionados em pequenos potes, ou mesmo em saquinhos plásticos ou papel alumínio e carregados tranquilamente na bolsa. Como os sucos zero açúcar são liberados (aqueles de pozinho), você poderá levá-los e comprar apenas a água na rua para misturá-los. A imagem abaixo é meramente ilustrativa. Estava procurando a imagem de uma marmita para ilustrar o post, e as que encontrei (todas) não eram nada estimulantes ou bonitas, por isso coloquei a imagem dessa marmita maravilhosa e com ares futuristas. Mas provavelmente, você não vai encontrar dela para comprar. Mas não fique atento à esses pequenos detalhes, o mais importante é ter acesso aos alimentos. Gente famosa e rica leva suas marmitas para o trabalho, existem várias estrelas de Hollywood que fazem isso, se você fizer também, não terá problema algum. Se você se sente melhor levando tudo separadinho, faça isso. Compre pequenos potinhos nas lojas do tipo 1,99 e leve cada alimento em um potinho diferente. Na hora de se alimentar, transfira para um prato. Faça como se sentir melhor, mas não se deixe intimidar por um detalhe tão banal.
5 – VOCÊ VAI TER EFEITOS COLATERAIS
Como os carboidratos são as principais fontes de energia do corpo, quando os excluímos do nosso cardápio, costumamos ter quadros de tontura, fraqueza e até desmaios (dependendo a intensidade, de pessoa para pessoa). Quando aumentamos muito o consumo de alimentos de origem animal, como as carnes e os produtos lácteos, a quantidade de gordura saturada e colesterol ingeridos, é muito elevada. Isso contribui diretamente para o aumento dos níveis do colesterol ruim (LDL-colesterol) e favorecer o entupimento de vasos sanguíneos, aumentando os riscos de aterosclerose, infarto e AVE. O grupo amina contido nos aminoácidos que compõem as proteínas é eliminado pelos rins. O consumo elevado de proteínas promove uma sobrecarga nos rins, e se essa situação se perdurar por muito tempo, há o risco de desenvolvimento de insuficiência renal. Pode-se sentir um certo desconforto gástrico por conta do consumo excessivo das proteínas, pois sabemos que elas são de difícil digestão, até por conta disso, a dieta orienta ao consumo de até duas latas de Coca-Cola zero, que tem como missão, ajudar no processo digestivo. Outro ponto importante, que comigo aconteceu logo de cara, é a prisão de ventre.
6 – OBSERVE OS SINTOMAS E TENHA ORIENTAÇÃO MÉDICA
Depois de ter lido o que escrevi no tópico acima, você pode até estar com medo da Dieta Dukan. A questão é que você precisa ter em mente que a obesidade em si, é um dos fatores que está mais diretamente associado à diversas doenças que levam à morte. Estar muito acima do peso é fator de risco, isso é fato! Então, com ou sem Dukan, se a sua balança tem subido dia após dia, sua saúde tem ficado na berlinda e as coisas estão funcionando como uma bomba relógio, pois você pode não sentir os efeitos agora, mas em breve, sentirá. Sendo assim, procure fazer exames antes de iniciar a dieta e durante ela. Faça acompanhamento com um médico e se notar alterações significativas, ouça as suas orientações. E se dentre as orientações constar parar a dieta, pare! Os efeitos colaterais variam de indivíduo para indivíduo e por isso, você tem que ser seu principal cuidador observando tudo. Pelo que acompanhei nos cálculos do site da Dieta, uma pessoa que queira perder 20 quilos, fará a dieta por um período médio de 5 meses. Sendo assim, ela não é para sempre! Por isso, eu acredito que algumas pessoas conseguem manter a dieta sem grandes alterações, ou seja, sem nada que prejudique a sua saúde. Outras não vão conseguir, mas você só saberá tentando, aliás, mais do que isso, tentando sob observação e orientação médica!

7 – UMA MUDANÇA DE HÁBITOS É NECESSÁRIA
Depois de tudo que passei, hoje sou consciente de que muito mais do que uma dieta, quem tem problemas com peso, precisa de uma mudança de hábitos. Existem coisas que eu simplesmente aboli da minha vida, mesmo não fazendo a Dukan ao pé da letra. Reduzi drasticamente o consumo de açúcares, de carboidratos e percebi que existem pratos gostosos que eu posso preparar sem o uso desses. É claro que uma vez ou outra a gente pode comer alguma coisa mais calórica, mas não pode ser todo dia, não pode ser rotina. Por mim, eu comeria pão francês todos os dias, no café da manhã e no café da tarde, com manteiga, ainda por cima. Mas não posso! Então eu me joguei nas opções Dukan e tendo me dado bem. Vez por outra, como um pãozinho, geralmente nos finais de semana, mas em seguida, volto à minha realidade. Então, comer laticínio magros, deixar de lados os pães e as massas, não pular refeições e não consumir muitos doces, são passos para quem quer emagrecer e manter o peso alcançado. Não existem dietas milagrosas e nem uma boa forma sem esforço. É preciso investimento e vigilância constantes.
8 – VOCÊ PODE ADAPTAR OS PRINCÍPIOS DUKAN PARA SUA VIDA
Como já falei acima, não estou seguindo a Dieta Dukan à risca. E quando digo à risca, digo de acordo com o que ensina o livro. Quando eu sinto que minha glicose está baixa demais, eu como uma fruta e já fico estabilizada. O consumo de proteínas puras, no meu caso, tem o poder de derrubar minha glicose, mas eu corrijo isso facilmente com esse truque. Mas na Dukan, as frutas só são liberadas na fase da Consolidação, ou seja, quando você já alcançou o peso almejado. Mas o contato com os princípios da Dukan me ajudou muito na elaboração dos meus cardápios e na criação de novos pratos. Por isso, sou ciente e consciente de que posso adaptar vários desse princípios e trazer esses novos pratos, para a minha vida cotidiana, afinal de contas, faz bem deixar a gordura de lado. Tenho comido quantidades mínimas de manteiga e até a margarina que usava no preparo de bolos, não uso mais. As comidas tem sido feitas praticamente sem óleo nenhum e as farinhas brancas foram deixadas de lado. Enfim, trazendo esses hábitos para a nossa vida, a tendência natural das coisas é emagrecer, até porque, eu estou emagrecendo.
9 – NÃO TENHA PRESSA E SEJA CUIDADOSO
Quando a gente fala em emagrecimento, as pessoas perguntam logo: “emagreceu quantos quilos?” ai você conta e a pessoa diz: “em quanto tempo?” Eu acho isso tremendamente cruel, porque parece que a gente tem que funcionar como uma máquina o tempo todo. Se o corpo chegou à um nível de sobrepeso, é porque ele tem sido bombardeado com alimentos calóricos por um período de tempo. Ninguém engorda de um dia para o outro. Então, para emagrecer, tem que ser de forma gradual, senão o corpo não entende todas essas mudanças, e há o reganho de peso. De minha parte, posso dizer que tenho experimentado uma queda nos números da balança e já havia um tempo que eu estava sem emagrecer uma grama. Pelo contrário, estava engordando. Então, parar de engordar já é um começo. Começar a emagrecer, já é mais uma etapa do processo. Não pretendo ficar tirando fotos todos os dias, ou mostrando evoluções de “antes e depois” toda hora para vocês. Não tenho tempo e nem saco pra isso (vocês já me conhecem!), mas vou aguardar mais um pouquinho, pelo menos uns dois, três meses mais, para mostrar para vocês como valeu a pena essa mudança de hábitos. Outra coisa importante, é não criar expectativas altas demais para a perda de peso, tipo, a pessoa querer emagrecer 30 kg em 3 meses, 10 kg por mês! Isso é loucura! Tenham o cuidado de dar o devido tempo ao corpo e para as mulheres o período de TPM pode ser crucial para a estagnação de peso. Fora isso, períodos de platô são comuns e até momentos em que você pensa que engordou. Mas não abram mão do processo de Reeducação Alimentar, aconteça o que acontecer.
10 – FAÇA ATIVIDADE FÍSICA DENTRO DO SEU LIMITE
No livro, a orientação é de 20 à 30 minutos de caminhada. Se você conseguir fazer uma dieta equilibrada e mais esses minutinhos de caminhada, já vai estar de bom tamanho. Não pense que vai fazer a dieta e ainda chegar “arrebentando” na academia, porque isso não vai acontecer. Como já falamos acima, a falta de ingestão de carboidratos vai dar uma fraqueza grande, e como é que você vai conseguir ficar malhando horas e horas na academia se sentindo fraco? Não se guie pelo que os outros estão fazendo. Se o seu colega do lado fica na esteira duas horas e ainda consegue correr, não é por isso que você tem que fazer o mesmo. Não vá além dos seus limites, não force seus músculos e articulações e não faça nenhuma loucura. Nesse período é importante se manter livre dos termogênicos ou qualquer outro estimulante. Não use bombas, inibidores de apetite ou qualquer outra “medicação” para “ajudar” no emagrecimento. O que vai dar resultado, não é o muito que você fizer, mas a constância que você fizer o que julga ser pouco. Comece indo na academia duas vezes por semana, vá aumentando gradativamente, até chegar a 5, 6, vezes, conforme aguentar.Vale relembrar: não faça nenhuma loucura, pois isso pode prejudicar todo o processo e fazer você voltar à estaca zero!
No mais, tenham como desafio o dia à dia, a própria vida e não se limitem e nem se boicotem deixando seu sonho de chegar a uma boa forma de lado. Vale lembrar (sempre!) que não devemos nos mirar e espelhar nos outros, porque é bom para você, pode não ser tão bom para mim, ou vice e versa. Você tem que ter a sua própria experiência, seja adaptando sua dieta, ou mesmo encontrando um peso saudável e confortável para você mesmo. Algumas pessoas nunca vão chegar a ser magras, até por conta da sua própria estrutura física. Mas embora nem todos consigamos ser magros, todos podemos chegar em um peso aceitável e saudável para uma vida plena e feliz. Não tenham esse desafio como um “Projeto isso”, “Projeto aquilo”, como temos visto tanto no Instagram e outras redes sociais. Lembrem-se sempre, que projetos tem começo, meio e fim, e esse investimento que estamos fazendo, não pode ter fim. Se ligaram na diferença? Pois, é, não term fim! E é por isso, que o estímulo tem que ser constante! E para finalizar, nada de tentar burlar a Dieta Dukan ficando dias excessivos na fase do ataque (acorda, criatura, você vai passar muito mal!) e nem querer viver de Dukan pra sempre. Dietas tem que ter prazo para terminar, a Reeducação Alimentar, essa sim, é para o resto da vida!!!
Vamos manter o foco, a força e a fé!
6 Responses
  • FastinOnline
    outubro 25, 2016

    non prescription sleep aids prescription drug price comparison how to beat saliva drug test halloween contacts with prescription cough medicine for diabetics

  • Andreia Sales
    junho 1, 2015

    Olá Jussara,
    Eu adorei essa matéria, é bem esclarecedora.
    Para conseguir um emagrecimento duradouro é preciso se preparar e mudar seu estilo de vida.
    A Dukan é um estilo de vida de alimentação saudável, eu consegui eliminar 18 kgs e levo uma vida saudável, sabendo fazer escolhas inteligentes e com ótima saúde. A Dukan me permitiu viver melhor e com qualidade de vida para criar meu filhote.
    Bjks
    http://www.maevaidosa.com

  • Evila Nivia
    maio 1, 2015

    Eu fiz essa dukan nove dias estava com tpm,e nao fiz caminhada perdi 4kilos

  • Sandra
    abril 19, 2015

    Perdi 9 quilos mas não aguentava mais comer carne e parei. Engordei o que perdi e mais um pouco. Agora estou nos vigilantes e já perdi dez quilos. Reeducação alimentar é a melhor pedida vc não sai do seu dia a dia

  • Carol M
    fevereiro 24, 2014

    Passei muito mal nos dois primeiros dias e desisti.
    Depois eu vi alguns testemunhos pela internet que passar mal no começo é normal: oi?
    Prefiro tentar uma reeducação alimentar mesmo …

    Bjinhos
    Carol
    http://comprinhaseafins.blogspot.com/

  • Martika Victor
    fevereiro 19, 2014

    eu com a minha meta de eliminar 28 kg por recomendações médicas e probleminhas de saúde quis muito fazer essa dieta mas não sem dinheiro para o livro e para a alimentação desisti! Os resultados são impressionantes. Mas optei por caminhadas e reeducação alimentar bj

O que você achou da matéria?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *