O poder das peças da Lehona Moda Praia Plus Size

por
Há um tempo atrás, a gente procurava roupa de banho plus size bonita e não achava, pelo contrário, dava de cara com aqueles maiôs sem graça, com corte reto e cores sempre escuras. Felizmente os tempos são outros e hoje a gente consegue encontrar peças lindas para desfilar nossa beleza por aí. E eu, como boa carioca que sou, amo praia, sol e pernocas de fora, e foi em uma das minhas buscas pela internet, que acabei conhecendo a Lehona Moda Praia Plus Size e me apaixonei pelas coisas que encontrei no site da loja. Para começar, tem muita variedade de modelos, cores, estampas e tamanhos, além de um diferencial que me beneficia muito: os biquínis podem ser montados separadamente. O caso é que eu nunca compro em lojas que os conjuntos sejam com peças do mesmo tamanho, porque eu visto um número na parte de cima e dois números à mais na parte de baixo, e encontrar uma loja que me permita montar o biquíni de acordo com a minha necessidade, é algo fabuloso. Eles tem algumas propostas super legais que geralmente não encontramos em outros lugares, como a peça que se transforma de maiô em biquíni, e o  tankini, que é um conjunto de blusinha e calcinha, que fica lindinho no corpo. Separei alguns dos modelos para mostrar para vocês verem como eu tenho razão, porque é tudo tão lindo, tão moderno e tão cheio de estilo, que dá vontade de ficar logo com todos.
Estava dando uma olhada no Facebook da loja, quando dei de cara com esse biquíni amarelo poderosíssimo e fiquei imaginando como ele iria sobressair na minha pele negra.  Não tive dúvidas, fiz o pedido, e fiquei ansiosa esperando que ele chegasse logo em minhas mãos. E para a minha alegria, ele é ainda mais bonito pessoalmente, além de vestir muitíssimo bem! Em breve vou postar a foto dele no corpo e vocês vão poder ver como ele valoriza as nossas curvas.
Então se vocês estão procurando moda praia realmente de qualidade, podem investir sem medo nas peças da Lehona, porque são confeccionadas com um material de qualidade e tem uma modelagem que realmente beneficia quem tem o corpo cheio de curvas. Ah, e aproveitem que o site está repleto de promoções, é só clicar no banner abaixo e ir correndo dar uma olhadinha na loja virtual!
Até a próxima!

Looks de moda executiva – porque todas nós precisamos!

por
Volta e meia eu preciso de roupas que tenham um ar mais arrumadinho, mais social e mais sério. Sim, essa blogueira que vos fala também dá aulas de algumas disciplinas e em vários momentos eu preciso me vestir de uma forma sóbria e elegante ao mesmo tempo, sem perder o ar mais jovial, é claro. E hoje eu gostaria de dar a dica de uma loja onde dá para encontrar essas peças com facilidade e o envio é super rápido, pois todas as peças são em pronta entrega, é a Gullis Moda Feminina. No site da loja a gente encontra vários itens, desde roupas (convencionais, plus size e gestante) até bijuterias, lingeries e acessórios. Todas as peças tem uma tabela de medidas que ajuda em muito na hora da escolha do tamanho, mas se mesmo assim houver algum problema, a primeira troca é grátis. Outra coisa boa é que o frete acima de R$ 300,00 é grátis para todo o Brasil! Separei abaixo alguns looks da loja  para vocês darem uma olhadinha, e podem reparar, a gente não fica com cara de executiva vestida assim? Não sei se repararam mas as modelos estão com acessórios super discretos, mas mesmo assim, conseguem estar super bonitas, porque as peças falam por si.

Então a dica é dar uma passadinha no site da empresa e dar uma olhadinha em todas as belezinhas que tem por lá, porque sem dúvida vocês vão achar coisas bem interessantes, é só clicar na logo abaixo.

Espero que tenham gostado! 
Até a próxima!

Meu Porta Bolsas da Rustika Design

por
Há algum tempo atrás, eu recebi da Rustika Design um porta bolsas muito bonito, e como vocês sabem, eu amo ver tudo arrumadinho e nos seus lugares, sendo assim, fiquei super feliz com o mimo. A proposta desse móvel, é deixar à mão as bolsas que mais usamos, porque é super chato quando a gente quer mudar de bolsa, ter que ir procurar no guarda roupa. Sendo assim, é só deixar as bolsas que mais estamos usando nele, e ir trocando com toda a facilidade e praticidade do mundo. Ele é composto por duas peças, um nicho grandão, que é fixado na parede, e uma bancada funcional, e as duas peças se completam. As bolsas podem ser organizadas conforme a nossa necessidade e desejo, e os ganchos presentes tanto na parte de cima, como na parte de baixo, ajudam muito. Com um móvel desses, a gente consegue criar um cantinho super bonito e organizado para colocar nossas coisinhas, até porque, ele pode ser usado não só para guardar bolsas, mas para colocar óculos, sapatos, esmaltes, maquiagem, pincéis de maquiagem, e tudo o mais que a gente imaginar. No meu caso, eu coloquei as bolsas e aproveitei para enfeitá-lo também, com alguns objetos de decoração e o coloquei ao lado da minha cristaleira (também da Rustika Design) que uso como sapateira e as duas peças ficaram super charmosas juntinhas, até porque móveis brancos, sempre são mais fáceis de se combinar e dão aquele ar mais clean e moderno que eu tanto gosto. Abaixo, algumas fotos para vocês verem com detalhes como ficou a organização das minhas bolsas.
Eu também gravei um vídeo onde eu mostro com detalhes o porta bolsas e gostaria muito que vocês pudessem dar uma olhadinha, pois eu conto mais algumas coisas à respeito desse lindo móvel, que eu tenho certeza que já deixou muitas de vocês completamente apaixonadas.

Bom, é isso. Espero que vocês tenham gostado, pois procurei trazer o máximo de informações sobre o produto e qualquer dúvida, é só falar. E quem quiser adquirir o seu, é só clicar aqui.

Até a próxima!

Minha participação no Hashtag Bazar

por
No sábado passado, dia 14, aconteceu aqui no Rio de Janeiro a primeira edição do Hashtag Bazar e o local escolhido foi o ICE (Instituto Carioca de Educação), que fica na zona sul, no Flamengo. O salão onde ocorreu o evento é nos fundos da Instituição, e é um espaço bem agradável com banheiros amplos com espelhos (inclusive de corpo inteiro), que facilitam muito na hora de experimentar as peças. E falando em espelho, no salão havia um enorme, que foi super bem aproveitado, já que foi montado um espaço de cabeleireiro para cortes e penteados. Com relação aos expositores, havia bastante coisas interessantes e bonitas, com preços atraentes, e o legal desse tipo de evento, é que você não vai ouvir que não tem do seu tamanho, porque o foco mesmo era o plus size. A gente sente que houve um carinho muito grande por parte de quem participou, pois levaram peças lindas e tinha gente que veio de bem longe, com as malas abarrotadas de novidades para deixar o público ainda mais feliz. Eu fico muito satisfeita quando vejo essas iniciativas, porque é uma ótima oportunidade de comprar peças de lojas de outros estados com preços mais em conta, livres do frete e da má vontade e demora dos Correios. É só olhar, experimentar, gostar e levar! O evento contou também com uma mesa redonda com vários blogueiros e figuras atuantes no movimento plus size da qual participei, que tratou de temas relacionados à gordofobia e bullying nas redes sociais, e sem dúvida alguma, cada um de nós colocou seu ponto de vista, mas também aprendeu muito. Também houve a iniciação do Workshop de auto estima “Despertar” da modelo plus size Aline Bittencourt que tem sempre uma palavra especial para compartilhar. Fiquei feliz pois encontrei muita gente boa e desejo que venham mais e mais edições desse bazar!

A organizadora do evento, Larissa, está de parabéns, pois conseguiu criar um evento acolhedor num ambiente super organizado e democrático.  Quem não pode comparecer, não precisa ficar triste, pois a próxima edição já está marcada, será no dia 25 de junho no mesmo local, e dessa vez, contará também com expositores de moda em tamanhos convencionais, além dos já conhecidos (e amados) expositores de moda plus size.

E aproveitando a oportunidade, eu gravei um vídeo entrevistando as talentosas Thaís Oliveira, que tem se destacado muito no segmento plus size, com sua militância e vários títulos em concursos de beleza, e com a Terapeuta Sexual Daniela Maggah, que faz um trabalho super especial na dupla “Dani Candy e Dani Hot”, que são duas coelhinhas plus size, que abrilhantam feiras e eventos Brasil afora. Enfim, valeu super a pena ter ido e recomendo que não faltem no próximo, pois ao que tudo indica, mais uma vez, vai arrasar!

Aproveitem para acompanhar as novidades na página do evento no Facebook.
Até a próxima!

Não pode faltar: Jaqueta de couro (fake)

por
Eu fico tão feliz quando os dias aqui no Rio de Janeiro tão uma esfriada, que vocês não tem nem ideia! Infelizmente minha alegria não dura muito tempo, porque o tempo logo esquenta e nos impossibilita de usar aquelas roupas lindas e estilosas do outono/inverno. Mas mesmo assim, ainda acredito que valha super a pena investir em peças atemporais e que tenham personalidade, como as jaquetas de couro, de preferência, as fakes, pois são tão bonitas quanto as de couro natural, e ainda são mais em conta. Apesar da peça ter uma certa transgressão e ter essa pegada mais rock and roll, ela pode (e deve) ser usada com várias outras peças que de repente, nem façam parte desse universo, apenas para dar uma quebrada mesmo. Eu particularmente adoro jaquetas com vestido ou com blusa e saia gode, mas dá para criar looks variados, usando calças, bermudas, shorts e macacões e macaquinho, pois o que vale é a criatividade. Existem vários modelos, e a gente encontra essa peça com uma grande facilidade nas lojas, é só dar uma procuradinha, e para a alegria das mais gordinhas, existem várias opções plus size super bonitas e com preços até atraentes. Essa aliás, é o tipo da peça que fica bem em qualquer tipo físico, e que vai mudando de concepção à partir do momento em que vamos mudando os componentes do look. De botas, tênis, sapatilhas e até com scarpins, elas ficam super estilosas e conferem uma modernidade ao visual que é super bem vinda.

Está certo que as jaquetas pretas são preferência e que não tem como não amá-las, mas vamos combinar que as coloridas também são lindas!  Imagina compor um look total black e complementar com uma jaqueta com uma cor impactante? Fica lindo!  Vale super a pena investir sem medo, porque é o tipo de item que a gente nunca se arrepende por ter comprado. Sem dúvida alguma, se as jaquetas pretas já tem personalidade, as coloridas tem conseguem impactar ainda mais, mas não tenham medo, se joguem, porque na vida e na moda, a gente precisa aprender que não pode ter medo de se arriscar, de experimentar e de seguir nossas próprias inspirações e tendências.

Então, vamos aproveitar ao máximo esse outono/inverno para usarmos looks com jaqueta, porque elas são realmente peças que não podem faltar no guarda roupa da mulher moderna.

Até a próxima!

Por que a moda não enxerga os negros?

por
Quem está do lado de fora da situação, talvez diga que eu estou de mi mi mi. Mas gostaria de deixar registrado o meu desejo de ver os negros inseridos da forma que merecem, no mercado da moda e da beleza. E mesmo no chamado segmento plus size que deveria ser um elo de luta e resistência contra o preconceito, acaba se fechando muitas vezes dentro de um mundinho onde só as modelos de pele mais clara conseguem estar em evidência. São raras as lojas que utilizam modelos negras em seus catálogos, editoriais e desfiles, e isso é algo muito sério, se considerarmos que a população negra no Brasil está em torno de 54%. O que está acontecendo que nos tornamos invisíveis, o que temos que fazer para nos enxergarem como parte disso tudo? Por mais que eu me questione, não encontro respostas, aliás, o que a gente que é negro recebe como resposta, é que isso é coisa da cabeça da gente. Ao mesmo tempo que aqui no Brasil as coisas estão num nível de complicação extrema, no exterior vemos modelos negras belíssimas fazendo sucesso. E a coisa não é encarada como um favor, como uma participação por cotas, porque existe uma obrigatoriedade, nada disso. Em várias partes do mundo, modelos negras são vistas como quaisquer outras modelos e são valorizadas e remuneradas da mesma forma. 

Também questiono a qualidade do trabalho visual apresentado aqui no Brasil, pois grande parte dos maquiadores não sabe maquiar a pele negra corretamente, e muitos fotógrafos dizem ter dificuldade em fotografar pessoas negras. Sinto falta de ver ensaios glamourosos e super femininos como essas imagens abaixo, que são da Lany Bryant, uma loja internacional de moda feminina plus size, que sempre arrebenta. Eu acho essa modelo linda, acho as roupas da loja maravilhosas e a proposta desse editorial é fantástica e faz muito o meu estilo, por isso ilustrei essa postagem com essas imagens belíssimas. Enfim, acho que falta um verdadeiro comprometimento das indústrias da moda e beleza com a população negra, que apesar de viver esquecida e negligenciada, continua consumindo seus produtos cada vez mais, e hoje representa uma fatia polpuda do mercado. Pelo que tenho percebido, as coisas tem “até” caminhado, mas à passos tão tímidos, que quase não vemos evolução alguma. Está mais do que na hora de darmos um start nessa situação, porque precisamos, temos a necessidade, de nos vermos representadas nas modelos que estampam os catálogos e sites das lojas em que compramos. E espero sinceramente, que o segmento plus size comece a rever seus conceitos e enxergue as várias negras que tem potencial para serem modelos, porque eu mesma conheço várias. 
Espero que as coisas mudem o quanto antes, mas enquanto não mudam, vou fazendo a minha parte lutando sempre para que o preconceito não consiga vencer e nem se fortalecer, nunca! Sem vitimismo algum, apenas ciente e consciente do nosso papel dentro da sociedade.
Até a próxima!

Look da Vez: Conjunto branco e preto

por
Quem me acompanha por aqui no blog, sabe que eu tenho uma preferência por vestidos. Mas de uns tempos para cá, tenho investido em algumas saias e blusas, mas por enquanto, de forma tímida, tipo, eu compro três, quatro vestidos, para cada saia e blusa. Mas confesso que tenho gostado bastante. No look de hoje, eu quero mostrar esse conjunto de saia e blusa super bonito e que permite várias outras combinações, quando as peças são usadas de forma separada. Ele é da loja  Gullis Lingerie, que apesar do nome, vende muitos outros artigos além de lingerie, e depois de feito o pedido, ele foi postado no dia seguinte pra mim, e quando chegou, foi só alegria. Escolhi esse modelo, porque amo essa junção de preto e branco, acho chique e ao mesmo tempo, muito moderno. A blusa é feita num crepe encorpado, que não marca o sutiã, mas ao mesmo tempo tem um toque super suave. A saia é confeccionada com uma viscose mais grossinha, mas assim mesmo é forrada, e tem uma aplicação de renda guipir na barra, além de um cinto. Esse conceito de roupa mais comportada é chamada de moda evangélica e executiva, porque geralmente é o tipo de roupa onde a gente está totalmente coberta, mas ao mesmo tempo está bonita e elegante.

Esse conjunto está catalogado na categoria plus size, e vai do tamanho 46 ao 52. Faço votos que as empresas passem a fabricar peças em tamanhos maiores, pois a procura é grande, ainda mais quando as peças são de qualidade como essas. Esse tipo de roupa serve perfeitamente para eventos onde a gente tenha que estar mais arrumadinha, como um teatro por exemplo, mas também transita super bem em ambientes de trabalho mais formais, por isso, é uma roupa na qual vale super a pena investir. Ah, também fica bem legal para ser usado na igreja,   pois as evangélicas hoje em dia, capricham (e muito!) em seus looks para os cultos. Se alguém se interessar pela peça, estou deixando o link direto do produto logo abaixo, mas aproveitem para dar uma olhadinha nos outros modelos da loja, pois são vários.

Espero que tenham gostado, e até a próxima!
Conjunto Plus Size em Preto e Branco – Link Direto

Não pode faltar: colete jeans

por
Algumas peças de roupa são realmente atemporais, entra ano, saí ano e estão sempre em alta. Dentre elas está o colete jeans, que fica perfeito com tudo, além de dar um charme especial à qualquer produção. Como aqui no Brasil mesmo no outono/inverno os dias não são tão frios, a solução é usar os coletes como sobreposições, pois não aquecem tanto quanto uma jaqueta comum e ao mesmo tempo, protegem o corpo. Mas independentemente da proteção, em vários momentos usamos para compor o look mesmo, para dar um up no visual. Os coletes jeans são sempre muito joviais e modernos e se apresentam com várias opções de lavagem, andei fazendo uma pesquisa em várias lojas virtuais plus size, e reparei que elas estão bem abastecidas com essas peças, com preços médios em torno de R$ 120,00/R$ 150,00. Como se trata de uma peça com uma durabilidade longa, o preço citado é mais do que justo, mas se você tiver alguma jaqueta em casa encostada, poderá cortar as mangas e criar uma jaqueta. Eu mesma encontrei duas jaquetas que eu não usava há muito tempo, uma delas aliás, nem chegou à ser usada. Sendo assim, resolvi cortar as mangas e para a minha felicidade, ficaram coletes lindos!  O legal dos coletes, é que servem para criar composições com peças diversas, pois podem ser usados com saias, shorts, macacões, bermudas e vestidos. Também existe a possibilidade de deixar o colete personalizado com o uso de spikes, rendas, paetês e qualquer outro elemento que o deixe com uma cara diferente, afinal, não há limites para a imaginação e a criatividade.
Sobre reaproveitar jaquetas fora de uso para fazer os coletes, queria dizer mais algumas coisas. Outro dia eu estava prestes a comprar um colete jeans numa loja virtual, até por isso disse para vocês que as lojas estão abastecidas com eles e sabia até o preço médio. Felizmente eu acabei comprando outras peças e deixei o colete de lado. Falo felizmente, pois depois que criei os meus, percebi que ficaram super bonitos e me caíram super bem. Não quero desestimulá-las à comprar as coisas, mas que o façam de forma consciente, pois muitas vezes investimos dinheiro em coisas que sequer usamos, ou temos algo muito parecido em casa guardado. Se for para comprar, compre, mas pense antes se realmente precisa daquela peça, se realmente vai usá-la e se a compra dela não vai afetar de forma negativa as suas finanças do mês (ou dos meses seguintes, em caso de parcelamento). Enfim, estamos enfrentando dias difíceis com essa economia louca, e me sinto na missão de trazê-las sempre à consciência de que precisamos consumir de forma consciente. Em breve posto fotos de looks com as jaquetas para vocês verem.
Até a próxima!

Prince: o adeus ao Príncipe do Pop

por
Ontem Prince nos deixou. Viveu 57 anos dos quais, 40 deles, foram dedicados à música. Para os mais jovens que por acaso desconheçam a importância dele no showbiz, ele foi um dos artistas mais influentes da música pop, sendo cantor, compositor, arranjador, multi-instrumentista, dançarino e ator. Ele teve a oportunidade de ganhar sete prêmios e 30 indicações ao Grammy, um Oscar, um Globo de Ouro e quatorze músicas no top 10 da Billboard nos EUA. Sem dúvida alguma, a música que o projetou para o grande público foi Purple Rain, de 1984, e o mais interessante de tudo, é que até o final, ele estava em atividade. Sua música era uma mistura de funk, R&B, soul, new wave, jazz, rock, pop e hip hop, e ele conseguia unir todos esses elementos com o uso de sintetizadores e bateria eletrônicaMas mais do que citar o quanto ele era talentoso, gostaria de deixar algumas impressões sobre a sua parte visual, pois sem dúvida alguma, ele foi um dos artistas que mais ousou, porque há anos atrás, quando tudo era mais complicado e o preconceito era ainda maior, ela surgia com um estilo andrógeno, com maquiagem nos olhos, cabelo alisado (em vários momentos eram laces), roupas com cores espalhafatosas, coladas no corpo, curtas, com babados, rendas, frufus, jóias, óculos, e vários outros elementos que deixavam seus looks totalmente inusitados. Outra coisa interessante, é que ele era uma metamorfose ambulante, pois cada dia estava de um jeito, de uma forma diferente, e conseguia unir várias tendências, tornando-se uma figura muito interessante, pois era over de uma forma que agradava o público em cheio. Tudo em Prince era demais, tudo nele era em excesso, ele jamais passaria despercebido à qualquer pessoa, pois conseguia ser impactante mesmo calado, apenas com um olhar. Sinto muito que ele tenha partido, pois fica aquela sensação de que ele poderia ter ficado mais, feito mais e vivido bem mais. Abaixo uma seleção de imagens que mostram esse camaleão do pop em vários momentos.

Fiquei sabendo que Prince deixou cerca de 2.000 músicas inéditas em um cofre que ficava embaixo do seu estúdio, sendo assim, certamente ainda serão lançadas muitas coisas dele, vários trabalhos inéditos. Abaixo deixo vocês com uma apresentação recente dele cantando a música que gravou seu nome na história da música pop, Purple Rain, e espero que todos nós possamos nos lembrar dele assim, apaixonado pela sua arte e acima de tudo, muito talentoso. Espero sinceramente que ele descanse em paz, pois por aqui cumpriu seu papel brilhantemente.
Até a próxima!

No poder dos Harness

por
Já tem um tempinho que eu tenho observado nos desfiles das semanas de moda um acessório super moderno. Trata-se dos Harness, que na sua tradução literal, significa arreios, mas na verdade são uma mistura de cinto com coleira. O acessório tem uma pegada super fetichista  e sensual, e já caiu no gosto de muita gente. Muitas pessoas ainda confundem os Harness com os Strappy Bras, mas na verdade o primeiro trata-se de um sutiã com tiras, que podem ser duas ou múltiplas, na parte da frente, ou atrás. Já os Harness são peças independentes das lingeries, podendo ser usados junto com elas (por cima ou por baixo) e até sem elas, diretamente no corpo. A função do acessório não é suspender ou sustentar nada (até porque não é lingerie), mas apenas abraçar o corpo, independentemente das suas formas. Existem Harness de diversos modelos, podendo ser para a parte de cima do tronco, ou para o tronco todo, chegando até os quadris. Na verdade, existem modelos que chegam até as pernas. Eu posso dizer que amei esse acessório e super usaria, aliás já imaginei mil produções com essa peça porque eles ficam lindos usados com vestidos ou mesmo em combinações de blusas mais justinhas com saias godes, e até mesmo com blusas mais justinhas com shorts, calças ou saias justinhas também. E posso garantir que sabendo combinar direitinho, eles pode, ser usados em várias ocasiões e oportunidades, o que vale, é a criatividade.

Os Harness tem uma pegada sensual muito forte e por conta disso vão exigir que se tenha atenção na hora da escolha do look, no caso de ambientes em que uma sensualidade mais exagerada não seja bem vinda.  Nos casos em que a sensualidade seja o objetivo, eu nem preciso falar mais nada, porque a peça já fala por si. Esse acessório pode ser usado por qualquer pessoa, desde as mais magrinhas, até as gordinhas, mas temos que ter cuidado, pois a intenção não é usar as tiras apertadas, apenas ajustadas ao corpo.
Até a próxima!