O empoderamento negro e a metamorfose de Ludmilla

por

Já tem um bom tempo que eu acompanho a Ludmilla, e sempre comento alguma coisa à respeito da carreira dela também. Sei que tem muitos novos artistas despontando na cena pop, mas eu gosto de falar sobre ela por conta de se tratar de uma mulher negra e de origem bem simples. Volta e meia, ela é vítima de comentários maldosos e racistas, e pelo que tenho percebido, tem sabido tirar de letra e correr atrás do que realmente importa: sua carreira. Uma coisa que eu tenho observado desde que ela surgiu para a grande mídia, foi a forma como ela conseguiu mudar drasticamente seu visual, tornando-se completamente diferente da garotinha que se tornou conhecida no extinto programa Esquenta da Regina Casé.

Ludmilla fez vários procedimentos cirúrgicos e fala abertamente sobre isso, deixou de lado o mega hair e aderiu ao mundo das laces (perucas mais elaboradas e com muito mais realismo, como as das americanas) e tem looks super modernos e ousados, que ela ostenta tanto no dia à dia, como nas diversas apresentações e shows que realiza. E é claro que existem vários negros acusando-a de negar suas raízes por não usar seu cabelo natural, ou por afinar seus traços através das plásticas, e adotar um visual cada vez mais americanizado, afinal de contas, tem sempre quem critique, pelos mais variados motivos. Mas a grande questão, que muitos insistem em não enxergar, é que como mulher negra e de origem humilde (volto novamente a dizer), ela tem feito de tudo para driblar as dificuldades e o preconceito da mídia e do próprio público, para se manter fazendo sucesso.

É sempre muito mais pesado o fardo de quem é negro, e é preciso sempre fazer mais, mostrar mais, lutar mais, para se alcançar os objetivos, e dentro desse processo todo, é preciso lutar pela aceitação do mercado, e isso significa se “moldar” à ele, e quem julga que ela está errada, talvez precise pensar um pouco mais à respeito do que é passar necessidade e querer vencer num mundo onde as oportunidades são raras para quem tem a pele mais escura. Já cheguei a comentar aqui sobre esse processo todo de metamorfose que ela vem passando, e dessa necessidade de adequação que ela vem sofrendo, tanto com relação às outras pessoas, como com relação aos próprios padrões que ela estabeleceu para si mesma. Existem procedimentos que eu não via a menor necessidade que ela tivesse feito, mas  no fundo, é uma correria danada, um turbilhão à todo momento, a necessidade de mostrar mais serviço, mais seguidores, mais views, metas à serem batidas, ultrapassadas, e tudo envolve marketing, dinheiro, imagem.

E por falar em imagem, vivemos uma era em que a imagem tem valido mais do que qualquer coisa, as redes sociais se alimentam de todo tipo de conteúdo e 90% dele é baseado na imagem. São fotos e vídeos sendo postados à todo momento, e todos querem parecer bem, bonitos e aceitos num meio onde a aparência vale mais do que qualquer conteúdo. E não quero dizer que a Ludmilla não tenha conteúdo, mas que a necessidade de impor uma imagem “adequada” ao meio, a fez mudar tanto, e tudo isso se deve à uma necessidade de mercado. Agora me digam, quem poderá acusar alguém por querer se manter trabalhando, produzindo e fazendo sucesso? Sendo assim, entendo e compreendo toda essa mudança e como mulher negra, torço para que ela continue sua caminhada com sucesso, porque por experiência própria, eu sei como esse mundo é complicado e difícil.  E só pra encerrar, mesmo com essa aparência americanizada que tantos criticam, Ludmilla consegue passar uma mensagem real de empoderamento para cada um de nós, porque não existe empoderamento mais forte e mais real para o negro, do que o financeiro. À partir do momento que ela vence, ganha sua independência financeira e passa a ter uma vida de mais conforto, ela nos mostra que com talento, esforço e determinação, é possível ocupar novos espaços. Seja como for, ela já fez história.

20768125_1788810534481416_8534619048702262051_n 20992562_1800792233283246_8390967825885916784_n 20994032_1798554763506993_234301930966681748_n 21105442_1804973806198422_2243182824150336954_n 21105748_1805450719484064_8905559451517654029_n 21106505_1799730816722721_5582311940789378840_n 21151253_1805571569471979_520003738652423656_n

Sem tags 2 Comentários 0
2 Responses
  • Tuany
    setembro 1, 2017

    Única coisa que discordo e a parte de mudar pra se encaixar, acredito que ela não faz isso pela imagem que ela vai passar pra mídia e sim pq ela senti vontade de agradar a si mesma.
    Eu sou negra tbm e se tivesse dinheiro e fosse famosa, se eu fizesse procedimentos do mesmo tipo seria para me alto agradar, não aos outros.

    • Juh Sarah
      setembro 9, 2017

      Acredito que ela uniu o “útil ao agradável” e fez os procedimentos. Queria fazer, fez e agradou a mídia.

O que você achou da matéria?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *